17 de maio de 2015

Como fazer compras inteligentes - 5 dicas infalíveis!

Você gosta de comprar? Dificilmente a resposta de uma mulher para essa pergunta será "NÃO". Pois bem, comprar é um hábito que vai além de adquirir algo. Para muitas pessoas é prazeroso, impulsivo, e chega a ser até sinônimo de melhor status social. Porém existe uma linha tênue que separa a felicidade de gastar dinheiro e a "dor de cabeça" de pagar. Por isso, uma mulher inteligente precisa conhecer e praticar essas cinco estratégias para gerenciar melhor suas finanças e está sempre com o closet renovado.

Imagem (reprodução)

1. CONHEÇA SEU ORÇAMENTO

O primeiro passo para não "andar no vermelho" é conhecer bem seu orçamento. Faça uma planilha com os seus gastos mensais fixos (conta de luz, água, aluguel, transporte, cursos, etc) e verifique o quanto do seu salário sobrou e é possível gastar. Lembrando sempre em deixar uma reserva para eventuais imprevistos, assim você nunca ficará com um saldo negativo.

Imagem (reprodução)

2. DEFINA SUAS PRIORIDADES

O ideal é você fazer duas listinhas antes das compras, sendo uma com suas necessidades e outra com seus desejos. Por exemplo, eu trabalho e estudo, e na maioria das vezes uso calça jeans. Eu necessito de uma calça nova, já um vestido novo não é minha prioridade, é um desejo. Entenderam?

3. FUJA DAS DATAS COMERCIALMENTE APELATIVAS

Você é daquelas que deixa pra comprar presente em cima da hora? Então é certeza que você está gastando mais do que deveria. A mulher inteligente deve se antecipar as datas comercialmente apelativas (dia das mães, dia dos namorados...etc) pois nessas ocasiões as lojas aumentam os preços.

4. POUPE PARA COMPRAR NA HORA CERTA

Quantas vezes você comprou algo caro e dias depois o produto estava em promoção? Pois é, isso acontecia muito comigo. O segredo para resolver esse problema é algo simples: poupar para comprar na hora certa! E quando é a hora certa? No caso de roupas e calçados, aproveite as liquidações e as trocas de estações, pois são nessas situações que as lojas querem se livrar de peças e acabam dando um bom desconto.

Imagem (reprodução)

5. RELAÇÃO CUSTO/BENEFÍCIO

Por último, a minha dica é: não compre nada por impulso! Pergunte-se sempre se a quantidade de vezes que você usará o produto vale o preço que você está pagando. Exemplo: algumas mulheres investem muito em sapatos caríssimos, mas que só serão usados em raras ocasiões. Não que você não possa ter um sapato lindo, de salto agulha, de 15 cm... Mas isso não é uma prioridade.


Gostaram das dicas, lindonas? Se você gostou nos indica para suas amigas, pra ajudar a gente a crescer cada vez mais e trazer mais conteúdo de qualidade ;) ok?

Boa semana!!

Vanessa Tavares

Nenhum comentário:

Postar um comentário