23 de abril de 2019

Resenha do livro: Aprendizados (Gisele Bundchen)

Olá minhas queridas,

livro Gisele
Imagem reproduzida do Instagram @Gisele
Estamos acostumados a ver a brasileira Gisele Bundchen como modelo de beleza internacional. De fato, o seu rosto estampou capa das revistas mais famosas do mundo, como a Vogue, e seu corpo carregou roupas de estilistas renomados nas passarelas, dentre eles: Marc Jacobs, Donna Karan, Calvin Klein, Christian Dior, Prada, Valentino, Versace e Victoria's Secrets. Porém há um lado de Gisele que poucos conhecem e que ela resolveu contar em seu livro: Aprendizados.

# Modelo: um corpo sem voz

Uma das reflexões que Gisele traz a tona em seu livro é como o mundo da moda é superficial: apesar de dar visibilidade a imagem da modelo, apaga totalmente a sua opinião. Ou seja, a mulher é vista apenas como um corpo, um objeto de desejo. Segundo ela:
"Por 23 anos, também fui uma imagem sem voz. Tenho isso em comum com muitas mulheres. Quantas vezes nos passaram a mensagem de que nossas vozes não valiam a pena ser ouvidas, seja quando somos ignoradas numa reunião, ou criticadas nas redes sociais, ou reduzidas a um conjunto de partes corporais? [...] nada é mais estranho do que ser o objeto das projeções de outras pessoas. Ser conhecida e ao mesmo tempo desconhecida já não me parece certo."

#A competição no mercado de trabalho


Aprendizados
Assim como em qualquer profissão, o mercado de trabalho de modelos é um ambiente bastante competitivo, e muitas vezes desonesto. Certamente, você conhece alguma história de pessoas próximas que sofreram traições ou boicotes no ambiente de trabalho, apenas por fazer seu trabalho bem feito e se destacar. Com Bundchen não foi diferente, ela conta:
"Quando se atinge certo patamar como modelo, as pessoas nem sempre ficam felizes por você. É um ramo competitivo e cheio de inseguranças. Mais de uma vez chegava a um desfile e descobria que alguém tinha trocado meus sapatos por outros de tamanho muito maior, ou outras vezes meu salto simplesmente do nada quebrava no meio da passarela, me forçando a caminhar na ponta dos pés, ou as tiras da sandália arrebentavam — mas eu sorria e continuava a desfilar da melhor maneira possível, sem dar bola ao que as pessoas faziam para me prejudicar."

#Disciplina

livro Aprendizados
Imagens reproduzidas da internet
Gisele Bundchen atribui seu sucesso profissional à disciplina que teve desde os 14 anos, quando saiu de casa para morar sozinha longe de sua família. Ter clareza no objetivo, foco, dedicação e humildade foram características descritas por ela como primordiais para chegar ao patamar que ela está.
"O que pode preparar uma pessoa para algo dessa magnitude? Não há manual. Não há regras. Você apenas vai lá e faz o seu melhor. Deixa seus medos de lado. Você se convence de que nada vai deter você. Uma noite como aquela (se referindo a sua apresentação no Rock in Rio, diante de mais de 100 mil pessoas) não é diferente de nenhuma montanha que você sabe que precisa escalar, então amarra os cadarços das botas e começa a subir. Aprende com a experiência. Quando surge a próxima montanha, você está um pouco melhor, um pouco mais preparado, tem mais prática para caminhar até o topo. É assim que a disciplina tem me servido durante toda a minha vida. Ela me ajudou não só a realizar o que me propus a fazer, mas também a perceber como posso fazer mais. Basta eu ter fé, acreditar em mim e ir em busca do que quero."

#Ataques de pânico

livro yoga
Imagem reproduzida do Instagram @Gisele
A ansiedade é talvez uma das doenças psicológicas mais difíceis de se lidar. Ela gera ataques de pânico, que podem manifestar sensações físicas como falta de ar, tremores, sudorese, dor no peito e tantas outras reações. É cada vez mais comum escutarmos relatos de pessoas que sofrem com isso, eu mesma (Vanessa) já me senti assim e digo com total certeza: é uma das piores sensações que alguém pode ter. Aos 23 anos, Gisele, que já vivia uma carreira de sucesso, passou por isso e revela que teve até pensamento suicida e foi aconselhada pelos médicos a tomar remédios tranquilizantes. Porém, recorreu a outro método de se curar:
"Precisava tomar uma decisão, mas também estava claro que não podia continuar sofrendo de ansiedade o tempo todo. De alguma forma, embora não soubesse como, eu sabia que tinha de encontrar outro jeito. Quando saí do consultório, joguei o remédio no lixo. [...] Então rezei. Rezei pedindo clareza e orientação sobre o que deveria fazer. Pedi que me fosse mostrado o caminho. Fiz o que sempre faço quando rezo — pergunto a mesma coisa várias vezes até surgir uma resposta. Naquela noite, recebi a resposta: ioga."

#Qualidade de vida

Um dos capítulos de seu livro é dedicado a explicar que a qualidade de vida depende da qualidade dos relacionamentos com os outros e com nós mesmos. Como ser feliz vivendo bombardeados de exigências, de projeções negativas das outras pessoas e também de nossa severa autocrítica? Gisele fala sobre o problema de se  comparar com outras pessoas:
"Aprender sobre si mesmo através da interação com outras pessoas é completamente diferente de se comparar aos outros. [...] Esse tipo de comparação é inútil. Por quê? Porque todos nós temos algo especial, pois cada um de nós é único. Se você perde tempo se comparando com outra pessoa, a única coisa que está fazendo é abrindo espaço para a frustração e o fracasso. Você nunca vai se sentir bom o suficiente. [...] Eu só me comparo com uma pessoa: eu. Estou fazendo o melhor que posso no meu trabalho? Estou sendo a melhor esposa, a melhor mãe, a melhor amiga, o melhor ser humano? Como posso continuar a aprender e a melhorar?"

# A ativista Gisele

livro Aprendizados
Imagens reproduzidas do Instagram @Gisele
Desde 2004, quando visitou a Amazônia pela primeira vez, Gisele Bundchen trabalha em prol das causas socioambientais. Em 2009 foi nomeada embaixadora da boa vontade do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma). Em 2017, foi convidada a falar na abertura do Rock in Rio e em um discurso emocionante sobre sonhos, anunciou a criação do Believe.Earth, projeto que ela e alguns amigos no Brasil lançaram para trazer mais consciência quanto à preservação do planeta.  Esse discurso, junto aos demais que fez em suas redes sociais, foram politicamente importantes pois o então presidente Michel Temer havia acabado de anunciar que o governo havia extinguido o status de reserva natural de uma área enorme e muito importante da Amazônia (a Renca) para abrir a região a mineradoras. Depois de muita discussão, esse decreto foi revogado. Em seu livro, Gisele relata:
"Sempre tento gerar o mínimo possível de lixo, principalmente quando se trata de garrafas e sacolas plásticas. Meu objetivo é viver com o menor impacto possível sobre o meio ambiente, e nunca jogo fora nada que possa ser reaproveitado. Faço compostagem, reutilizo ou reciclo."

#Beleza de dentro pra fora

No livro, Gisele revela detalhes de sua rotina. Ao acordar, entre 5 e 6h da manhã, ela bochecha óleo de coco (antiga técnica ayurvédica para limpar as impurezas da boca e desintoxicar dentes e gengivas), medita, se exercita, toma água morna com limão. Dá preferência a alimentos orgânicos e faz questão de fazer as refeições em família. Quanto ao uso de maquiagem, ela diz:
"Eu gosto de usar maquiagem de vez em quando, é uma ferramenta fantástica. Se não tive uma boa noite de sono, ou estou com olheiras ou uma espinha no rosto, ou ainda se quero destacar meus olhos, corretivo e rímel são meus melhores amigos. Maquiagem é algo divertido. [...] Mas não penso na maquiagem como uma obrigação. Acredito que ter uma boa aparência e uma pele bonita tem mais a ver com o que você come, com seu estilo de vida e com o modo como se sente."

É ou não é uma mulher admirável essa Gisele Bundchen?! Eu amei muito seus Aprendizados e indico a leitura do livro, pois esse conteúdo aqui foi só um resuminho. Espero que vocês tenham gostado do post. Eu agradeço se puderem compartilhar com outras amigas, pra ajudar no crescimento do blog.
Beijos, 
Vanessa Tavares.


4 comentários:

  1. Amei, Vanessinha! Parabéns, realmente não conhecia bem Giselle. Agora, a admiro mais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo comentário! A maioria dos brasileiros infelizmente só conhecem a Gisele modelo, mas espero está contribuindo para que mais pessoas possam apreciar e apoiar suas lutas. Ela é uma mulher admirável!

      Excluir
  2. Gostei bastante!
    Giselle é admirável não só pela beleza e competência, mas também, pela preocupação com a natureza e o social.
    Beijos, Vanessa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gisele é uma mulher incrível mesmo! Obrigada pelo comentário. Beijos, espero ver você sempre por aqui!

      Excluir